Receita Federal: Alerta para golpe na restituição do Imposto de Renda

Com a proximidade do prazo final para a entrega da declaração de Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2022, a Receita Federal alerta os contribuintes sobre a prática de um novo golpe, no qual criminosos estão se passando pelo órgão para lesar as pessoas que estão prestando contas ao Fisco.

Nesse novo esquema, delinquentes estão enviando e-mails aos contribuintes, tentando convence-los a confirmar um falso cadastro para recebimento da restituição do IRPF. Para dar mais credibilidade, são utilizadas imagens fraudulentas com o logotipo comemorativo da Receita Federal para os 100 anos do Imposto de Renda, além da conta gov.br. Na mensagem, que contém um link malicioso para visualização de um falso comprovante de recebimento da restituição, os criminosos informam os dados para recebimento da restituição via PIX. Não há dados sobre o número de pessoas que caíram na farsa e foram lesados.

A Receita lembra que não envia e-mails ou alertas para os contribuintes com mensagens que possuam algum tipo de link, muito menos solicita que estes confirmem informações pessoais por meio de mensagens. “Os alertas enviados pela Receita Federal por e-mail ou mensagem não possuem links de acesso. Todas as informações recebidas devem ser confirmadas diretamente no Portal e-CAC, com acesso seguro por meio da conta gov.br”, afirmou o órgão.

O prazo para enviar a declaração do IR 2022 termina no 31 de maio. Pelo calendário de restituição, os pagamentos começam a ser feitos neste mesmo dia, em cinco lotes. Quem não declarar o imposto até o fim do prazo fica sujeito ao recebimento de multa, cujo valor é de 1% ao mês, sobre o valor do imposto de renda devido, limitado a 20% do valor do imposto de renda. O valor mínimo da multa é de R$ 165,74.

Até a última quinta-feira, 12/05/2022, a Receita Federal informou que já foram entregues 20.889.198 declarações do IRPF 2022, ano-calendário 2021. A expectativa é que 34.100.000 de declarações sejam enviadas até o final do prazo.